Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

S na Rede

S na Rede

31
Out18

Já pensou em abrir uma conta no banco em poucos segundos?


Se não gosta da burocracia bancária, a Monese tem a solução. Agora, para abrir uma conta bancária digital em apenas 120 segundos.
Esta empresa, que foi fundada em 2013 e entra agora em Portugal, é um serviço online que permite criar uma conta bancária digital em pouco menos de 120 segundos utilizando apenas o smartphone. Com uma conta corrente totalmente mobile, disponível em 20 países europeus e em 11 línguas, a Monese permite a particulares e a empresas usufruir de serviços financeiros no Reino Unido e na Europa.
Após descarregar a aplicação da Monese, o utilizador terá de se registar tirando uma foto a um documento de identificação e fazendo um vídeo, e passará a ter uma conta bancária que, através de um cartão de débito contactless que lhe é enviado, permite-lhe fazer todo e qualquer tipo de movimentação bancária, como receber dinheiro, efetuar pagamentos ou transferências.

De: FG.


31
Out18

Portugal é o El Dourado?!


É ou pode ser para os outros, não para aqueles que vivem cá. Quem estuda e se forma mas não consegue um trabalho na área que estudaram, esses têm que sair do país ou têm que se resignar a passar o dia todo de pijama à espera que lhe caia um milagre no colo.
Para nós este é o nosso país, para os estrangeiros este é o paraíso. A tranquilidade, boa comida e preços acessíveis são alguns dos atractivos para aqueles que nos vem visitar ou acentam arraiais mesmo por estes lados. E não são só os famosos. Não é só a Madonna ou a Mónica Belucci que escolhem viver em Portugal. Algumas das pessoas que fazem esta escolha são britânicos que temem o Brexit e deixam-se ficar por cá ou os brasileiros, aqueles que temem o futuro governo de Bolsonaro, têm em Portugal o seu "sonho de consumo" (tomando aos poucos o lugar de Miami), um El Dorado para onde poderão fugir.
Uns querem fugir para aqui, enquanto outros querem fugir daqui. Sempre foi assim, é só olhar para os nossos aventureiros antepassados que não se contentaram com este retângulo de terra e decidiram lançar os seus barcos em direção ao desconhecido.
Mas se alguns são atraídos pelo desconhecido, outros têm medo do mesmo. Estes têm medo daquilo que poderão ou não contar, de deixar para trás tudo aquilo que sempre conheceram. Eu sou assim. Eu tenho medo mas mesmo assim quero voar daqui para fora. Quero sair de frente da minha janela, onde só consigo ver o mau tempo.
Mas se lá fora temos um ministro das finanças que é visto como o "Cristiano Ronaldo" dos números, cá dentro a geração mais nova continua à "rasca" e sem qualquer tipo de esperança.

De: AR.
31
Out18

Apu sai dos "Simpsons".


Depois de três décadas repletas de gargalhadas, o Apu (que é dono de uma loja de conveniência e tem um "batalhão" de filhos) vai sair dos "Simpsons". Esta saída não se deve ao facto de a personagem não ser divertida, longe disso. Esta saída aconteceu devido a um movimento online, nos Estados Unidos, que se opôs à forma "desrespeitosa" como é apresentado. Para estas pessoas, o facto de ser dono de uma loja de conveniência e ter uma família numerosa é um preconceito em relação à forma como são vistos os indianos, que têm uma grande vocação para o comércio.
Esta noticia apanhou-me algo de surpresa e admito que fiquei um pouco triste mas também me fez pensar na forma como as minorias são representadas nos órgãos de comunicação social e nos meios de entretenimento.
Para mim, tirar o Apu é algo de muito radical. Se fosse para mudar a forma como Apu é apresentado, punha-o a ganhar a lotaria ou de repente descobria-se que ele é um sultão indiano.
Para mim estamos a dar muita importância a uma personagem de uma animação. Pode ser um dos programas em exibição há mais tempo do mundo mas no fim de contas nada mais é do que um desenho animado. Só que a ficção costuma imitar a realidade e a verdade é que as minorias continuam a ser apresentadas de uma forma errada. Estamos muito melhor mas continuam a ser apresentados de uma forma errada.
Acho que já "caminhamos" bastante neste processo, pelo menos quando comparado com há uns anos atrás, altura em que todos os alentejanos eram lentos e as louras burras, mas ainda falta muito para fazer. Num mundo ideal estariam representados nas nossas televisões, e de forma semelhante, pessoas de cor, estrangeiros, ciganos ou pessoas da comunidade Gay/LGBT. Mas isso seria num "mundo ideal. Isto porque a maioria dos jornalistas, apresentadores e actores (falando apenas sobre os profissionais que aparecem na sua televisão) são de raça branca.

De: AR.
31
Out18

Samuel Úria está de volta às canções novas.


Samuel Úria está de volta e traz canções novas. Este bardo dos tempos modernos, que tal como o vinho do Porto fica melhor com o passar dos anos, tem 4 canções novas.
Este mini-álbum, que tem como título "Marcha Atroz", é dedicado a quem vê o mundo meio-cheio e tem os seguintes temas: "Chamar a música", "Vital e sua moto", "Eu Seguro" e "Carga de Ombro". Este mini-álbum já pode ser ouvido digitalmente e será oferecido em formato CD na compra de qualquer um dos vinis. Mas esses vêm a seguir!
Mas como há mais, há sempre mais, finalmente está em vinil os três discos anteriores (e um é duplo). “Nem Lhe Tocava”, “O Grande Medo do Pequeno Mundo” e “Carga de Ombro” em vinil chegaram hoje às lojas.

De: FG.
31
Out18

Já se pode votar para o Orçamento Participativo de Odemira 2018.


A partir de amanhã e durante todo o mês de Novembro será possível votar nas 18 propostas apresentadas pela população para o Orçamento Participativo do Município de Odemira (OP) e nas 35 propostas dos processos das 13 Freguesias do concelho, num total de 53 propostas.
O Orçamento Participativo tem como principal objectivo fomentar uma participação activa dos munícipes na vida do concelho, possibilitando a apresentação de projectos e / ou propostas de investimentos para do concelho e para cada uma das 13 freguesias e que serão agora colocados a votação.
Esta vai decorrer em simultâneo em todas as freguesias. O voto poderá ser efetuado de três formas: através de SMS (gratuito), online e presencial. A grande novidade de 2018 é a possibilidade de votação através de SMS, tanto para o OP Municipal como para o OP das Freguesias. Basta enviar para o número 4902 com o texto: ODM Pxx (inserir nº da proposta OP municipal) Pxx (inserir nº da proposta OP Freguesias) Nº BI/CC DATA DE NASCIMENTO (ano, mês, dia) ACEITO.
A votação online ser pode concretizada através da página www.op.cm-odemira.pt, a plataforma online do processo de OP de Odemira, que concrega toda a informação desde o primeiro OP, em 2011. O voto presencial pode ser efetuado no Balcão Único do Município de Odemira (de segunda a sexta-feira, das 09:00 às 17:00) ou nas sedes das Freguesia. Podem votar todos os cidadãos com idades a partir dos 14 anos, residentes, trabalhadores ou estudantes na freguesia.
Pela primeira vez está a ser dinamizado, em simultâneo, o OP Municipal (com um valor global de 500 mil euros) e o OP das Freguesias (com um valor de 10.000,00 euros para cada freguesia), na lógica “Odemira Concelho 100% OP”, com o objetivo de potenciar o exercício da cidadania participada, activa e responsável, com vista à melhoria da qualidade de vida no concelho.



De: FG.
31
Out18

Sérgio Godinho apresenta "Nação Valente" no Casino Lisboa.


Já na próxima segunda-feira, dia 05 de Novembro, o ciclo de concertos no "Arena Live" do Casino vai arrancar com uma actuação de Sérgio Godinho.
Neste espectáculo, que tem início marcado para as 22:00, Sérgio Godinho e os seus convidados vão apresentar todos os temas que fazem parte do mais recente disco do músico, "Nação Valente". Este álbum nos transporta para territórios poéticos e musicais de alguma forma inéditos na obra vasta do cantautor.
No palco do Casino Lisboa, “Nação Valente” crescerá. Às canções que compõem o disco juntar-se-ão outras, menos recentes, das mais e menos conhecidas, que enriquecerão o retrato desta (nossa) sempre "nação valente".
Este espectáculo, como todos deste ciclo (que prossegue a 12 de Novembro com Carolina Deslandes), são de entrada livre.

De: FG.
31
Out18

"A Confraria dos Espectros" é o primeiro livro de João Carlos Alvim.


Com 40 anos de experiência no mundo dos livros, João Carlos Alvim lança-se com o "A Confraria dos Espectros" nos romances. Esta obra se inicia em Lisboa, em Julho de 1833 e se estende até Nova Iorque, no ano de 1911.
Qual a influência da "Confraria dos Espectros" no reordenamento político da Europa? Que intrigas se produziram, nesses anos do século XIX, entre os gabinetes dourados da realeza e da diplomacia, as alcovas e os salões das grandes figuras da época e a escória das ruas e do crime? A Confraria dos Espectros é uma história romântica e dramática, cheia de melancolia e de ação, sobre a imparável ascensão da Europa liberal e as ilusões dos que tentaram opor-se-lhe.
Este livro já está à venda.

De: FG.


30
Out18

Encontro de Violas de Arame em Odemira.


De 10 a 11 de Novembro, a Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras, concelho de Odemira, vai receber o 8º Encontro de Violas de Arame.
Este encontro, que vai juntar violas portuguesas e brasileiras, pretende resgatar e dignificar parte desta cultura regional.
Este encontro é destinado a todos os músicos, etnógrafos e curiosos que manifestem interesse pela música tradicional.
Este encontro não vai contar só com a presença das violas. Também haverão conversas que serão protagonizadas pelos músicos/tocadores intervenientes, bem como alguns investigadores convidados, nomeadamente Ivan Vilela (Instrumentista e Professor na Universidade de São Paulo, Brasil), Salwa Castelo-Branco (Professora e Etnomusicóloga do Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança da Universidade Nova de Lisboa), Domingos Morais (Professor/Etnomusicólogo do IELT – Instituto de Estudos de Literatura Tradicional da Universidade Nova de Lisboa) e Manuel Morais (Musicólogo e Professor Associado Jubilado da Universidade de Évora).
Para completar o programa de sábado, dia 10 de Novembro, haverá o espetáculo “Violas de Arame Concerto”, pelas 21:00, no Centro Social de Amoreiras-Gare, com entradas gratuitas.
No dia 11 de Novembro serão realizadas Oficinas, primeiro com os construtores de Viola Campaniça, Daniel Luz, Orlando Trindade e Fábrica de Cordofones Arte & Música, e depois dedicadas a cada uma das Violas presentes no encontro. As inscrições para as oficinas deverão ser efetuadas através do contacto violasdearame@gmail.com.
O Encontro de Violas de Arame terminará, pelas 16:00, com uma sessão de Cante de Improviso: Despique e Baldão, acompanhado à Viola Campaniça, na Taberna do Lagar, S. Martinho das Amoreiras, seguindo-se um Magusto. Durante os dois dias poderá ser visitada uma Exposição de Cordofones, na Casa do Povo de S. Martinho das Amoreiras, que dará o devido destaque à Viola Campaniça.

De: FG.


30
Out18

Animação musical para o Casino Lisboa para o mês de Novembro.


Durante o mês de Novembro, o Casino Lisboa vai continuar a apostar numa animação musical de excelência. De quarta-feira a sábado, no palco-multiusos do Arena Lounge poderão ser vistos os Miss Manouche (podem ser vistos de 31 de Outubro a 03 de Novembro), CandyBlues (podem ser vistos de 07 a 10 de Novembro), Plágio (podem ser vistos de 14 a 17 de Novembro), Maria Anadon (pode ser vista de 21 a 24 de Novembro) e Tributo 100 Anos de Samba" (que pode ser visto de 28 de Novembro a 01 de Dezembro).
Com um cartaz a não perder, o Casino Lisboa recebe, ainda, de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite, conhecidos DJs que proporcionam um ambiente festivo até de madrugada.
Todos estes espectáculos são de entrada livre.

De: FG.
30
Out18

O preço do gasóleo vai descer.


Neste quarto orçamento, que ao tudo indica será aprovado, o preço do gasóleo vai descer, o que é uma medida muito positiva pois o preço dos combustíveis é um dos mais caros de toda a Europa.
Da Europa para o Brasil. Jair Bolsonaro, o presidente eleito e que vai tomar posse a 01 de Janeiro, deu a sua primeira entrevista como presidente eleito do Brasil. À TV Record, Bolsonaro disse que queria Sérgio Moro, o super-juiz da operação "Lava Jacto", como ministro da justiça ou como juiz do Supremo Tribunal (este só poderá ter um novo membro em 2021); quer liberalizar o porte de arma no país, defendendo que esta pode ser uma boa forma de acabar com a violência no país; Jair Bolsonaro disse que era apologista da liberdade de expressão mas disse que ia diminuir os fundos públicos que vão para o jornal "Folha de S.Paulo", pois acusa este jornal de publicar Fake News e ainda disse que a ditadura, que existiu no país entre 1965 a 1985, não é verdade. Desde que foi eleito, a bolsa de São Paulo aumentou os seus ganhos mas o real caiu face ao dólar.
Se todos acusam Bolsonaro de ser racista (e não só), vou falar-vos um pouco sobre um caso de racismo que aconteceu na companhia Rynair e que chocou a comunidade online. Este homem, um cidadão inglês de raça branca, exigiu que uma senhora de raça negra fosse retirada do lugar ao lado do seu. Depois de ter protagonizado este incidente, este cidadão disse durante uma entrevista que deu que não era racista. Mas se não é racista, o que quer que lhe chamemos?!
Único e um apaixonado por futebol. É desta forma que é descrito Vichai Srivaddhanaprabha, o presidente do Leicester que morreu depois do seu helicóptero ter explodido numa bola de fogo e ter se despenhado no parque de estacionamento do estádio. Para além de Vichai, morreram mais 4 pessoas, incluindo a filha do empresário. Os adeptos e pessoal do Leicester, equipa que conta com dois portugueses (Adrian Silva e Ricardo Pereira), está em choque pois foi este homem, o quinto mais rico da Tailândia, que agarrou numa equipa do meio da tabela e fez com que esta fosse campeã de Inglaterra. Os adeptos, que tem estado a prestar a sua homenagem junto do estádio, pretendem erguer uma estátua ao falecido presidente e fala-se mesmo em mudar o nome do estádio, que actualmente se chama King Power Stadium.
Ainda em Inglaterra, faltam 5 meses para a saída do Reino Unido da União Europeia mas ainda ninguém sabe como será esta saída.
Quem está fora do país é o príncipe Harry e Meghan Markle, que estão num périplo por antigos territórios britânicos. Nesta viagem, já se pode ver a barriguinha de grávida (pelo menos o início da mesma) da antiga actriz de "Suits".
Há um programa que está a começar a chamar a minha atenção. Este é o "Casados à primeira vista", mas se o objectivo é os participantes encontrarem o "amor das suas vidas", este objectivo não está a correr muito bem pois um dos casais, o último a ser apresentado, já está divorciado e uma das outras concorrentes desistiu pois tinha sido pedida em casamento pelo antigo namorado. É que pelos vistos algumas das pessoas que se escreveram para participar neste programa não estavam 100% solteiras quando foram chamadas para fazerem parte da nova produção da SIC, que é apresentada pela (não muito boa actriz e apresentadora algo sofrível) Diana Chaves.
Quem se vai estrear na SIC é a Cristina Ferreira, que pelos vistos vai estar sozinha no seu novo programa.

De: AR.

Pág. 1/21

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D