Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

S na Rede

S na Rede

10
Dez18

Encontro em Marrocos e 70 anos dos direitos humanos.


Falamos da Declaração Universal dos Direitos do Homem, que hoje comemora os seus 70 anos de vida mas a verdade é que ainda existe muita coisa a fazer. Em Portugal, mesmo que de uma forma implicita, o racismo, a desigualdade de género ou para contra as minorias (onde colocamos presos e ciganos) contínua a existir e a ser uma chaga em todas as sociedades aparentemente civilizadas.
O que não devia acontecer em nenhuma sociedade avançada é o drama dos migrantes. Esse problema não acontece apenas aqui na Europa. Afinal temos milhares de pessoas acampadas na cidade de Tijuana à espera para entrar nos Estados Unidos e perseguir o conhecido "american dream". A situação dos migrantes está a ser discutida numa cimeira que está a acontecer na cidade marroquina de Marraquexe e que junta um terço dos países pertencentes à ONU.
Angela Merkle (que vai estar à frente do governo alemão até 2020 mas já tem definida a sua sucessora) e António Costa (que se acha que está a ter um fim de ano complicado deve esperar um 2019 com ainda mais greves) são dois dos líderes internacionais presentes neste encontro.
Quem passou todo o dia em reuniões, com os sindicatos e os membros do executivo, foi o presidente francês. Macron vai falar às 20 horas locais (19 horas em Portugal) ao país sobre toda a situação dos coletes amarelos. Este movimento popular é contra a descida da qualidade de vida e o consequente aumento dos impostos. O imposto mais contestado por este movimento é o chamado "imposto verde", que iria incidir sobre a gasolina e contribuir para as metas estabelecidas no Acordo de Paris.
Quem cortou completamente com o Acordo de Paris, e não tem medo de o repetir para quem quer que seja, é Donald Trump. Ainda sobre as manifestações na capital francesa, Trump afirmou numa publicação no Twitter que as pessoas estão descontentes com este acordo e que o seu nome foi aclamado nas ruas. A contradizer a versão apresentada pelo líder americano estão os jornalistas da publicação francesa "Paris Match", que percorreram a manifestação e dizem não ter ouvido nem uma única vez alguém gritar pelo nome de Trump.
Sobre os jornalistas que cobriram esta manifestação só tenho que dar os meus parabéns pelo excelente trabalho. É verdade que Paris não é só aquilo mas o trabalho de um jornalista é estar onde está a notícia e pelos vistos, nos próximos tempos, a notícia vai passar muito pela "capital do amor".
Para terminar, mesmo sendo algo estranho falar sobre este tópico num artigo que tem como elo em comum a política internacional (um tema que me agrada bastante), a edição de hoje do programa "Flash Vidas" refere a possibilidade de Cristiano Ronaldo e Georgina Rodriguez terem anunciado aos amigos que estavam noivos. Se tal for verdade, felicidades ao casal.

De: AR.
10
Dez18

Galp Beach Party.


A maior beach party da Europa, a Galp Beach Party, vai voltar à Praia do Aterro Norte em Matosinhos, nos dias 28 e 29 de Junho de 2019. Para o cartaz da próxima edição já está confirmado um nome, o de Salvatore Ganacci.
Ganacci, que se vai apresentar a 29 de Junho, é um dj que por mais que pareça italiano é de nacionalidade bósnia e reside na Suécia.
O nome foi-lhe atribuido por amigos nos tempos em que jogava futebol. Na verdade chama-se Emir Kobilić e tornou-se mundialmente famoso depois da sua atuação inesquecível no Tomorrowland de 2018, Festival onde tinha já surpreendido em 2017 no palco da Refune Music, a editora de Sebastian Ingrosso. Em 2018, no main stage do Tomorrowland, Salvatore Ganacci protagonizou um set em que inovou com uma performance descontraída e até hilariante, que contagiou o público. O dj  actuou também este ano no palco do Ultra Music Festival.
Como produtor, o seu primeiro grande sucesso foi o single “Fresh”, colaboração com Jillionaire, um dos membros dos Major Lazer. Seguiram-se os singles “Motorspeed 300km/h”, “Imagine”, “Way Back Home”, “XL”, “Ride It”, “Talk” e “Money In My Mattress”.
Os bilhetes para a Galp Beach Party, que é uma parceria entre a Rádio Nova e a Câmara Municipal de Matosinhos, já estão à venda. Até ao dia 01 de Janeiro estes vão ter os seguintes preços:
Bilhete 1 dia – 18€,
Passe 2 dias – 28€,
Bilhete VIP 1 dia – 47€,
Passe VIP 2 dias – 80€.

De: FG.
10
Dez18

Os D.A.M.A vão receber o Ano Novo na Guarda.


Para entrar no ano de 2019 com o pé direito, a música exerce um factor crucial. Na Guarda, a cidade mais alta de todo o país (esta fica a 1056 metros de altitude), o concerto de passagem de ano promete ser "ao mais alto nível" com os D.A.M.A.
O concerto da banda, que é uma das mais requisitadas e acarinhadas de todo o país, vai acontecer na Praça Luís de Camões (também conhecida como Praça Velha), pelas 00:20, logo após o espectáculo de fogo de artifício.

De: FG. 
10
Dez18

Novos nomes confirmados para o Super Bock Super Rock.


Para a vigésima quinta edição do Super Bock Super Rock, que vai voltar ao Meco (como pode ser visto aqui: https://snarede5.blogspot.com/2018/12/o-super-bock-super-rock-vai-voltar-ao.html), e depois do anúncio de Lana Del Rey, para o dia 18 de Julho. Para além da cantora de 33 anos, neste dia, também já se sabe das actuações dos The 1975 (Palco Super Bock) e os Metronomy (no Palco EDP).
Naturais de Manchester, os The 1975 vou levar até Sesimbra o álbum “A Brief Inquiry Into Online Relationships”, que foi lançado em 2018 e deixou a crítica especializada completamente deliciada.
Os Metronomy são uma banda indie com uma grande vocação para as pistas de dança. No Palco EDP vão ecoar temas como “Old Skool”, “Hang Me Up to Dry” e “Back Together”.
O primeiro lote de bilhetes já está à venda nos locais habituais. O bilhete diário está a ser vendido por 55€ e o passe para os três dias tem um custo de 105€.

De: AR.
09
Dez18

A L'Éclair tem uma nova loja no Campo das Cebolas.


A L'Éclair abriu uma nova loja, desta vez no Campo das Cebolas, em Lisboa. Esta nova loja, a terceira da marca, abriu a 27 de setembro e na sua montra podem ser vistos alguns dos éclairs que fazem parte da coleção Outono-Inverno. Prepare-se para ficar com água na boca!

Depois do corner no Time Out Mercado da Ribeira ou na loja do Saldanha, a L'Éclair abriu um novo espaço, desta vez na rua dos Bacalhoeiros, no Campo das Cebolas. Esta nova loja abriu a 27 de setembro e na sua montra podem ser vistos os éclairs que fazem parte da coleção Outono-Inverno, como é o caso dos sabores a Banoffee ou Cookie&Cream.
Outros dos sabores que aqui podem encontrar são o de limão com yuzu; baunilha de Madagáscar com nozes pecan e doce de framboesa; tiramisú; nougat ou o  Paris-Brest, recheado com um creme de amêndoas e avelãs e biscuit florentin de amêndoas.
Esta loja vai contar, a partir de hoje, com um menu de pequenos-almoços com vários tipos de ovos mexidos servidos em massa choux, ovos mexidos servidos de forma diferentes, brioche com ovo cocotte, croissant misto gratinado com molho béchamel ou a tradicional massa do éclair.
Mas os éclairs também pode
m servir para um belo e doce almoço. Isto porque há éclairs com magret de pato e mousse de foie gras; salmão fumado e lima; camarão, abacate ou presunto. Inúmeros são os sabores de éclairs para provar e repetir.

De: Andreia Rodrigues (publicado em "Mood Magazine").
08
Dez18

"Queen of the ring" e futebol "à flor da pele".


allowfullscreen>

Depois de um 4-1 contra o Portimonense, que pode estar a perder o seu jogador mais valioso, Nakajima, para a "armada portuguesa" do Wolves, o Porto continua a estar em primeiro lugar no campeonato português. Hoje o Benfica, que visita o Vitória de Setúbal, e o Braga vão entrar em campo para consolidarem a sua posição no campeonato.
Em Espanha, o Real de Madrid goleou o modesto Melilla por 6-1.
Devido à manifestação dos coletes amarelos, que degenerou em vários actos de violência, seis jogos do campeonato francês foram adiados. Em Paris, onde desde há 4 sábados acontecem confrontos na zona dos Campos Elisius, as escolas, estabelecimentos, cerca de 30 estações de metro, museus e a Torre Eiffle encerraram.
Mesmo ao lado, em Itália, a Juventus voltou a ganhar e desta vez com uma assistência de João Cancelo, que por muitos já é comparado a David Beckham devido à consistência dos seus cruzamentos.
No mundo do wrestling, a imprensa especializada fala sobre a possibilidade de se voltar a realizar o torneio "King of the ring". Só que desta vez, este torneio que realizado em apenas 1 dia, este seria só de mulheres e como tal se chamaria "Queen of the ring". Se tal acontecer, e em pouco mais de 2 anos, este será o terceiro torneio só de mulheres e reforça a ideia deixada com o "Evolution", que o wrestling feminino está bom e se recomenda.
Existe a possibilidade deste PPV só de mulheres acontecer só para o ano mas não se sabe muito bem em que moldes e com que objectivo. A vencedora ganharia um title shot ou aqui seria introduzido um title de midcard, muito possivelmente o Intercontinental, que teria que ser defendido nas quatro marcas da empresa.
Falando sobre estas marcas, no "Queen of the ring" colocaria 10 lutadoras, 4 de cada marca: NXT, NXT UK, RAW e Smackdown Live. Para mim não participariam nenhuma das campeãs e em cada um dos programas poderiam existir combates de qualificação para este torneio.
Tal como já fiz com outros eventos desta empresa (e que podem ver aqui: https://snarede5.blogspot.com/2018/12/o-meu-card-para-o-tlc.html) vou deixar aqui o meu "card de sonho". Quais seriam as lutadoras que iriam participar no "Queen of the ring".
NXT:
- Kaire Sane,
- Io Shirai,
- Lacey Evans,
- Bianca Belair.
NXT UK:
- Toni Storm,
- Xia Brokside,
- Isla Dawn,
- Killer Kelly.
RAW:
- Nataly,
- Sasha Banks,
- Bayley,
- Ember Moon.
Smackdown Live:
- Charlotte Flair,
- Asuka,
- Sonya Deville,
- Nicky Cross.

De: AR.
08
Dez18

O mundo continua a girar.


Os dias passam mas a história contínua a repetir-se. Se tudo parece normal neste nosso pequeno "retângulo junto do mar", onde está a acontecer o congresso europeu do partido socialista e onde os guardas prisionais ameaçam continuar com esta greve no próximo ano, o mundo continua a girar e as notícias a chegar às nossas redações.
Os movimentos de extrema-direita estão a subir por toda a Europa e durante algum tempo, e tal como os irredutíveis gauleses nas histórias do Obelix e do Asterix, a Península Ibérica continuava a resistir a este tipo de movimentos. Pelo menos até agora. O Vox ganhou (como pode ser visto aqui: https://snarede5.blogspot.com/2018/12/despedida-george-hw-bush-novo.html) na Andaluzia. Parece que ficou apenas Portugal para trás. No nosso país este tipo de movimentos não têm grande expressão mas nunca se sabe e as eleições legislativas já têm data marcada: 6 de Outubro de 2019.
Ainda em Espanha, e passando para as séries (sei que já venho algo atrasada), gostaria de falar um pouco sobre "La Casa de Papel". Não me quero focar muito na história da mesma, já que não a acompanhei (estou a acompanhar "Into the Badlands", esta é a "minha" série), mas sim na sua banda sonora. Se não a ouviram, ouça pois é incrível. Nesta banda sonora encontramos os mais diversos géneros musicais e acho que este é um grande ponto positivo nesta produção. É que ter música italiana, clássico e fado é uma excelente forma de mostra um multi-culturalismo que para mim é muito europeu.
Só que a Europa (como pode ser visto aqui: https://snarede5.blogspot.com/2018/12/um-brexit-descontrolado.html) está a passar por uma fase de grandes mutações e acho que ainda ninguém sabe muito bem o que irá acontecer com esta União de países tão diferentes que em comum têm a mesma localização geográfica e...fala-se muito da identidade europeia mas acredito que poucos sabem dizer sobre o que esta trata. O que é ser-se europeu ou europeia no final do ano de 2018?

De: AR. 
07
Dez18

Música Ucraniana e Australiana no El Bulo Social Club.


O El Bulo Social Club, do chef Chackal, é muito mais do que um restaurante. Este espaço de Marvilla é o local ideal para uma troca de culturas. Pelo palco do Schweppes Live Stage vai passar, no dia 15 de Dezembro às 20:30, o australiano Ben Salter. Este concerto integra a sua 2018 "International Madness Tour".
A 18 de Dezembro, na mesma hora, será a vez de Jerry Springle, artista e performer ucraniana, que traz até Marvilla os sons doces do Ukulele e da Kalimba.
Já em 2019, e para iniciar o ano ao som de boa música, um regresso: Sergey Onischenko volta a Marvila com o seu projecto "Make Like a Tree", no dia 03 de Janeiro de 2019, às 20:30.

De: FG.


07
Dez18

O Comic Con está de volta a Portugal no próximo ano.


Depois do sucesso alcançado com o Comic Con Portugal em directo do Passeio Marítimo de Algés, o maior evento de Cultura Pop do País está de regresso em 2019. É verdade que ainda falta um pouco para os dias 12 e 15 de Setembro mas aproveite já para garantir o seu ingresso para este evento.
Com o Kit Especial de Natal, que estará disponível para todos os entusiastas da cultura pop, até ao 31 de Dezembro, poderá encontrar 1 Passe Weekend para a edição de 2019, uma Mochila, um Gorro, um Cachecol e um Lego Brickheadz (com várias personagens à escolha). Este kit vai estar disponível por 50€.

De: AR.
07
Dez18

O futebol continua a ser o campeão dos media.


Como é comum com o aproximar do fim do ano (estou a pensar em escrever um texto especial por causa desta ocasião. Talvez comece a trabalhar no mesmo para a próxima semana), começa-se a fazer rewind de tudo e mais alguma coisa.
A Cison (empresa líder global em serviços e software de pesquisa, monitorização e análise de media) aproveitou o momento para analisar as notícias que foram dadas nos diferentes meios de comunicação social sobre futebol e chegou à conclusão que das 589.407 notícias dadas, entre o dia 01 de Janeiro e 30 de Novembro, as rádios e televisões nacionais dedicaram ao desporto-rei 14.550 horas de emissão, o equivalente a mais de 606 dias. Estes números não incluem a transmissão dos jogos propriamente ditos.
O Sporting, devido a Bruno de Carvalho e ao ataque a Alcochete, foi o “campeão” mediático. O clube de Alvalade foi citado em 188.881 artigos e foi falado durante 5.568 horas (232 dias) nas estações de rádio e televisão.
O processo “E-Toupeira”, que envolve o Benfica, foi outro dos assuntos centrais nos media portugueses monitorizados pela Cision, com 6.418 notícias e 290 horas de emissão (cerca de 12 dias).
A grande maioria das notícias sobre desporto foram vinculadas online (53%). Segue-se a televisão, com 23%, e a imprensa, com 21%. A rádio representa apenas 3% do total.

De: AR.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D